Para manter a pressão arterial sob controle é preciso, além do tratamento medicamentoso, promover mudanças no estilo de vida e adotar hábitos saudáveis. A prática regular de atividade físicas é uma das principais recomendações para quem tem hipertensão.

Ser fisicamente ativo não é benéfico apenas para os pacientes que já foram diagnosticados com a doença, mas também para aqueles que têm maior risco de desenvolvê-la. É o caso das pessoas com histórico familiar de pressão alta, o principal fator de risco, já que o risco de desenvolver a doença aumenta muito nesses casos.

Além de auxiliar no controle da pressão arterial, o exercício contribui também indiretamente, já que combate a obesidade, reduz a gordura abdominal, melhora a saúde cardíaca e ajuda a controlar o estresse.

Atividades aeróbicas como caminhada, natação e dança são boas opções. O ideal é que a pessoa escolha uma de que goste para que adquira o hábito mais facilmente e haja um equilíbrio entre esforço e prazer. Quem não gosta de frequentar academias pode optar, por exemplo,  por fazer exercícios ao ar livre, como andar de bicicleta ou correr.

Para sair da classificação do sedentarismo, é preciso praticar 150 minutos de atividade física moderada por semana (o equivalente a 30 minutos por dia durante cinco dias). É importante consultar um médico que possa analisar as condições do paciente e recomendar a melhor conduta para cada caso. Quem tiver problemas na hora do exercício, como sentir dores no peito ou dificuldade para respirar, deve parar imediatamente e procurar assistência médica o quanto antes.





Tags: sedentarismo; exercícios; hipertensão



Deixe seu comentário

Para comentar ou responder, você precisa se cadastrar ou estar logado.


0 Comentários