Às vezes olhamos para o nosso corpo e percebemos a cintura mais avolumada, com um “pneuzinho”. Muitos podem achar que apenas está acima do peso normal, mas esse acúmulo de gordura na região do abdômen é um sinal de alerta que pode ir além do sobrepeso.

A gordura que se deposita nessa região, chamada de gordura visceral, é particularmente perigosa para a saúde cardíaca, pois está relacionada à hipertensão, diabetes e colesterol alto. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) aponta os números de referência para a medida da cintura: Mulheres devem se manter com circunferência menor que 88 cm, e homens, menor que 102 cm.

A maneira mais simples para descobrir se a medida está no limite adequado é medindo a sua cintura com uma fita métrica, dando a volta no seu corpo passando no meio do caminho entre a última costela e o osso do quadril. Você também pode ir a um médico, que poderá solicitar exames que medem a quantidade de tecido adiposo por meio de tomografia ou ressonância magnética.

Para começar, fique atento à sua alimentação e evite consumir muitas frituras e gorduras trans – aquelas usadas em produtos processados - nas refeições diárias. E lembre-se de fazer exercícios físicos sempre, perseguindo sempre a meta de 150 minutos por semana.





Tags: abdômen; gordura visceral; colesterol



Deixe seu comentário

Para comentar ou responder, você precisa se cadastrar ou estar logado.


0 Comentários