Se você tem diabetes e pensa que pode comer alimentos diet isento de culpa, é melhor ficar atento. Como esses produtos não possuem açúcar - nutriente que não é metabolizado adequadamente por quem tem a doença -, geralmente são indicados para não exigir mudanças radicais na dieta.

Entretanto, é aí que mora o perigo. Um produto diet pode ser mais calórico que produtos convencionais, já que compensar o impacto da perda do açúcar no sabor do alimento, muitas vezes se adiciona mais gordura. Como faz parte das medidas de tratamento perder peso, esse produto não pode ser consumido em excesso.

Além disso, um produto rotulado como “zero açúcar” pode não ter açúcar, mas podem ser adicionados adoçantes artificiais ou outros tipos de carboidratos que também interferem na glicemia, como frutose, lactose, amido ou maltodextrina. Portanto, o mais importante é usar com moderação e ficar sempre de olho na quantidade de carboidratos.

Adquira o hábito de ler as informações dos rótulos e sempre converse com seu médico. Às vezes, é possível adequar dentro da sua dieta porções de alimentos tradicionais, que à primeira vista são tidos como inimigos do diabetes. Equilíbrio é a chave de tudo.





Tags: diabetes; adoçantes; diet; zero açúcar



Deixe seu comentário

Para comentar ou responder, você precisa se cadastrar ou estar logado.


0 Comentários