Sabe aquela ideia de que nem tudo que serve para um pode ser feito pelo outro? Assim também acontece com as dietas feitas por conta própria

 

Elas são inúmeras: Dieta da Lua, Low Carb (com a redução de carboidratos), “emagreça em poucas semanas” com as dietas dos famosos, entre outras tantas divulgadas nas redes sociais. O que não faltam são opções e formas de regimes que podem levar à conquista do “corpo ideal”, do ponto de vista de quem as pratica. Mas é preciso ter cuidado com as escolhas, já que cada pessoa possui um tipo de organismo e aceitação diferentes.

“Não existe uma dieta adequada, pois cada caso é um caso. Na verdade, todos devem procurar um profissional nutricionista para que seja realizada uma consulta minuciosa, capaz de alcançar os objetivos da pessoa”, explica a Dra. Lamia Ayoub, especialista em nutrição esportiva e clínica.

De acordo com ela, um dos erros mais frequentes ao se iniciar uma dieta, por exemplo, é não comer a quantidade correta de macronutrientes (proteínas, lipídios e carboidratos) e micronutrientes (vitaminas e minerais).

“Eles precisam estar adequados ao objetivo e à situação de saúde da pessoa. Outro erro além desse é adotar as dietas prontas das redes sociais”, acrescenta.

Por conta de todos esses cuidados necessários antes de se iniciar qualquer restrição alimentar, ela aproveita para enumerar 10 dos principais erros cometidos pelas pessoas ao fazerem dietas por conta própria, geralmente mal sucedidas.

São eles:

  1. Ficar sem comer por mais de 3 horas;
  2. Deixar de ingerir alimentos essências, como carboidratos (simples e complexos), proteínas (vegetais e animais), lipídios (gorduras saudáveis, que contenham, por exemplo, ômega 3), fibras, vitaminas e sais minerais;
  3. Não ingerir a quantidade certa de alimentos;
  4. Não ter qualidade nas refeições. “A pessoa que não se alimenta adequadamente, tanto qualitativa quanto quantitativamente falando, pode ter deficiência de algumas vitaminas, o que atrapalha no rendimento dos estudos ou trabalhos, deixando-a sem disposição e forças para realizar as tarefas”, acrescenta a Dra. Lamia.
  5. Fazer a mesma dieta praticada pelo amigo sem antes passar por uma orientação profissional;
  6.  Deixar de comer carboidratos durante o dia ou até por uma semana;
  7. Na refeição livre, acabar comendo exageradamente;
  8. Não descansar o necessário durante o sono (o ideal são 8 horas);
  9.  Não se exercitar;
  10. Não ingerir água durante o dia.

 





Tags: dietas, carboidratos, regime, refeições



Deixe seu comentário

Para comentar ou responder, você precisa se cadastrar ou estar logado.


0 Comentários